• INÍCIO
  • CONTATO
  • MÍDIA KIT
  • ANUNCIE NO BLOG
  • COMENTÁRIOS
  • MAPA DO BLOG
  • sábado, 15 de abril de 2017

    Histórias de Brasília: Qual a origem do nome Cruzeiro?

    Em 1959, iniciou-se a construção de conjunto de casas geminadas para abrigar as famílias de funcionários públicos de menor escalão que chegavam à capital. Era o Setor de Residências Econômicas Sul (SRES), distante cerca de 10 quilômetros do Plano Piloto. Mas o local logo ganhou seu primeiro apelido. Como era formado por casinhas brancas em meio à poeira vermelha do cerrado, começaram a chamá-lo de Cemitério.

    Naquele tempo, além de afastado, o lugar parecia uma selva, com mato alto e animais circulando pelas ruas, como veados, cobras e gaviões. Surgiu, daí, seu segundo apelido: Bairro do Gavião. Mas os moradores não gostavam daquela alcunha, pois consideravam-na depreciativa. E pediram uma denominação definitiva ao governo. Então, em 1960, o bairro foi batizado oficialmente de Cruzeiro, por ficar próximo à Praça do Cruzeiro, local da primeira missa realizada em Brasília.
    Em 1967, houve uma nova expansão, dessa vez com a construção de um conjunto de edifícios. A ideia seria aproveitar um projeto de Lucio Costa similar ao das quadras 400 do Plano Piloto. Mas, provavelmente devido à especulação imobiliária, os prédios passaram a ter quatro andares, em vez de três. Era o Setor de Habitações Coletivas Econômicas Sul (SHCES), que foi batizado de Cruzeiro Novo, nome da nova moeda que era implantada no Brasil naquela época. Então, a partir daí, o bairro original passou a se chamar Cruzeiro Velho.

    Por João Carlos Amador
    Criador do Projeto Histórias de Brasília – Foto: Arquivo pessoal


    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    imagem-logo
    © Blog do CHIQUINHO DORNAS 2012/2016 Todos os direitos reservados.